Skip Navigation

Ruínas de São Miguel de Odrinhas - detalhe

Designação

Designação

Ruínas de São Miguel de Odrinhas

Outras Designações

Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas

Categoria / Tipologia

Arqueologia / Capela

Inventário Temático

-

Localização

Divisão Administrativa

Lisboa / Sintra / São João das Lampas e Terrugem

Endereço / Local

Avenida Prof. Dr. D. Fernando de Almeida
São Miguel de Odrinhas
2710 Sintra

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 42 692, DG, I Série, n.º 276, de 30-11-1959 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

Património Mundial

-

Descrições

Nota Histórico-Artistica

Em Odrinhas existiu um relevante estabelecimento romano, de que se conserva um notável conjunto de inscrições, a maior parte delas referente à tribo Galéria. Dispersas pelas imediações da capela de São Miguel da localidade, foram objecto de recolha desde, pelo menos, o século XVI, aqui se foi constituindo um dos mais impressionantes núcleos de visibilidade da civilização romana do aro de Lisboa, que não passou despercebido aos nossos pioneiros investigadores de finais do século XIX e inícios do XX.
O mais importante vestígio do conjunto de ruínas, todavia, é o que resta de uma dependência de planta em ferradura, executada com aparelho substancialmente distinto do que as estruturas plenamente romanas. Os primeiros estudiosos que se dedicaram a esta estranha construção hesitaram entre uma catalogação romana e paleocristã (Cf. CORREIA, 1928, p.378). Na década de 50 do século XX, D. Fernando de Almeida, que efectuou escavações no conjunto, concluiu tratar-se da ábside de uma antiga basílica cristã edificada pelo século VI. No entanto, esta perspectiva não foi consensual e, nas últimas décadas, apareceram outras tentativas de caracterização, a maior parte das quais tentando inserir a estrutura no mundo tardo-romano (HAUSCHILD, 1986, p.151): um possível mausoléu, que repete formulários áulicos característicos do Centro do Império romano (MACIEL, 1995, p.115) ou a sala nobre da uilla tardo-antiga, como pensa José Cardim RIBEIRO. A discussão está longe de se encerrar e, enquanto não existirem dados mais rigorosos acerca das diacronias em presença, valerá a pena ter em consideração as palavras de Carlos Alberto Ferreira de ALMEIDA, 1986, p.9, que ponderou uma "atribuição mais tardia, sobre a época da Reconquista".
Independentemente deste debate, tudo leva a crer que o estabelecimento romano tenha sido cristianizado, com grande probabilidade ainda durante a Alta Idade Média. O facto de algumas sepulturas aparentemente romanas evidenciarem marcas de reutilização cristã é um aspecto fundamental para uma melhor caracterização da evolução cronológico-funcional deste sítio.
Desconhece-se o impacto que o mundo muçulmano teve na uilla, tendo-se identificado apenas um conjunto de inscrições moçárabes (REAL, 1995, p.60; BARROCA, 2000, pp.54-60) de uma igreja existente na vizinha localidade de Faião e recolhidas no Museu. A nova ordem cristã imposta pela Reconquista, determinou um renovado interesse pelo local e terá sido a partir de então que se edificou outro templo, antecessor da moderna capela de São Miguel. Dos séculos XII a XV são as numerosas cabeceiras de sepultura identificadas na necrópole anexa, bem como a imagem gótica de São Miguel, que tutelou a capela-mor do templo até ao século XX.
O renovado Museu de Odrinhas é herdeiro de uma longa tradição de salvaguarda dos vestígios antigos do local, verificando-se as primeiras iniciativas neste local em pleno Renascimento, ao abrigo do Humanismo e fascínio pelo passado romano do Ocidente europeu. Em 1955, a Câmara Municipal de Sintra lançou as bases modernas do museu, por intermédio de Joaquim Fontes, primeiro director da instituição, depois de uma tentativa frustrada de alguns eruditos em transportar o espólio para um grande museu nacional (cf. FONTES, 4ªed., 1979, p.12). O actual plano museológico iniciou-se em meados da década de 90 do século XX e teve como principal impulsionador José Cardim Ribeiro. Baseando o projecto na complexa realidade histórica local, "plurifacetada de muitas arqueologias" (RIBEIRO, SIMÕES e COELHO, 1999, p.151), o programa permite uma viagem a núcleos cronológicos e culturais distintos, que cobrem praticamente 6000 anos de História da região. Para além das colecções, o museu possui numerosas áreas complementares, como uma Biblioteca especializada, auditório e sala de exposições temporárias, tudo em procurada sintonia arquitectónica e espacial com as ruínas da uilla romana e altimedieval e com a capela de São Miguel.
PAF

Imagens

Bibliografia

Título

""A Época Clássica e a Antiguidade Tardia", História da Arte Portuguesa, vol. I"

Local

Lisboa

Data

1995

Autor(es)

MACIEL, Manuel Justino Pinheiro

Título

""Arte visigótica", História da Arte em Portugal, vol. I, 1986, pp.149-169"

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

HAUSCHILD, Theodor

Título

""Arte visigótica", História de Portugal, dir. Damião Peres, Barcelos, Portucalense, 1928, pp.363-388"

Local

-

Data

1928

Autor(es)

CORREIA, Vergílio

Título

"Roman Portugal"

Local

Warminster

Data

1988

Autor(es)

ALARCÃO, Jorge Manuel N. L.

Título

"Museu arqueológico de São Miguel de Odrinhas"

Local

Sintra

Data

1979

Autor(es)

ALMEIDA, Fernando de, FONTES, Joaquim

Título

"Inscrições existentes na Igreja de São Miguel de Odrinhas"

Local

-

Data

1908

Autor(es)

PEREIRA, Félix Alves

Título

""Por caminhos da Ericeira (Notas arqueológicas e etnográficas)", O Archeologo Portuguez, nº19, pp.324-326"

Local

Lisboa

Data

1914

Autor(es)

PEREIRA, Félix Alves

Título

""Escavações em Odrinhas", Comunicações dos Serviços Geológicos de Portugal, vol. 39, pp.11-25"

Local

Lisboa

Data

1958

Autor(es)

ALMEIDA, Fernando de

Título

""Inscrições paleocristãs do Museu Arqueológico de S. Miguel de Odrinhas", Comunicações dos Serviços Geológicos de Portugal, vol. 39, pp.27-38"

Local

Lisboa

Data

1958

Autor(es)

ALMEIDA, Fernando de

Título

""Antiguidades romanas do termo de Cintra", Boletim da Real Associação dos Architectos Civis e Archeologos Portugueses, vol. VI, pp.9-12"

Local

Lisboa

Data

1888

Autor(es)

BARRETO, António Gomes

Título

""Notícia de três inscrições lusitano-romanas de Janas e de S. Miguel de Odrinhas", Brotéria, vol. 61"

Local

Lisboa

Data

1955

Autor(es)

FERREIRA, Fernando Bandeira

Título

""Novas inscrições romanas do Museu Arqueológico de Odrinhas", Revista de Guimarães, vol. 68, separata"

Local

Guimarães

Data

1958

Autor(es)

CARDOSO, Mário de Vasconcelos

Título

""Novas inscrições lusitano-romanas do Museu de São Miguel de Odrinhas", Revista de Guimarães, vol. 71"

Local

Guimarães

Data

1961

Autor(es)

CARDOSO, Mário de Vasconcelos

Título

"Velharias de Sintra, vol. IV"

Local

Sintra

Data

1982

Autor(es)

AZEVEDO, José Alfredo da Costa

Título

""O novo Museu Arqueológico de São Miguel de Odrinhas - um projecto arrojado?", O Arqueólogo Português, série IV, vol. 17, pp.151-156"

Local

Lisboa

Data

1999

Autor(es)

RIBEIRO, José Cardim, SIMÕES, Teresa, COELHO, Catarina

Título

"Museu Arqueológico de S. Miguel de Odrinhas, 3ªed."

Local

Sintra

Data

1975

Autor(es)

FONTES, Joaquim

Título

""Lápide romana de S. Miguel de Odrinhas, concelho de Sintra", Portucale, nº.13"

Local

Lisboa

Data

1940

Autor(es)

VASCONCELOS, José Leite de

Título

"Catálogo das inscrições lapidares do Museu Arqueológico de S. Miguel de Odrinhas"

Local

Sintra

Data

1956

Autor(es)

CARDOSO, Mário de Vasconcelos

Título

"A Antiguidade Tardia no "ager" olisiponense : o Mausoléu de Odrinhas"

Local

Porto

Data

1999

Autor(es)

MACIEL, Manuel Justino Pinheiro

Título

""Notícia de mosaicos romanos em Odrinhas", Revista de Guimarães, nº72"

Local

Guimarães

Data

1962

Autor(es)

ALMEIDA, Fernando de

Título

""Inovação e resistência: dados recentes sobre a antiguidade cristã no ocidente peninsular", IV Reunião de Arqueologia Cristã Hispânica (Lisboa, 1992), 1995, pp.17-68"

Local

-

Data

1995

Autor(es)

REAL, Manuel Luís

Título

"Arte visigótica em Portugal"

Local

Lisboa

Data

1962

Autor(es)

ALMEIDA, Fernando de

Título

"Antiguidade Tardia e paleocristianismo em Portugal"

Local

Lisboa

Data

1996

Autor(es)

MACIEL, Manuel Justino Pinheiro

Título

""300 Sítios arqueológicos visitáveis em Portugal", Al-madan"

Local

Almada

Data

2001

Autor(es)

RAPOSO, Jorge

Título

"História da Arte em Portugal, vol. 2 (Alta Idade Média)"

Local

Lisboa

Data

1986

Autor(es)

ALMEIDA, Carlos Alberto Ferreira de