Saltar para o conteúdo principal da página

Museu Nacional de Arte Antiga

Criado em 1884, o MNAA-Museu Nacional de Arte Antiga alberga a mais completa coleção pública do País. Pintura, escultura, artes decorativas – portuguesas, europeias e da Expansão –, desde a Idade Média até ao século XIX, incluindo o maior número de obras classificadas como “tesouros nacionais”. Entre elas, destacam-se os Painéis de São Vicente, de Nuno Gonçalves, obra-prima da pintura europeia do século XV, a Custódia de Belém, de Gil Vicente, mandada lavrar por D. Manuel I e datada de 1506, os Biombos Namban, final do século XVI, onde se regista a presença dos portugueses no Japão, as Tentações de Santo Antão, de Bosch, exemplo máximo da pintura flamenga do início do século XVI, São Jerónimo, de Dürer, inovadora representação do santo, e importantes obras de Memling, Rafael, Cranach ou Piero della Francesca. Instalado no Palácio dos Condes de Alvor, em Santos, o MNAA e o seu jardim (com restaurante e esplanada) gozam de uma excecional vista sobre o Rio Tejo e o porto de Lisboa.

Inaugurado em 12 de Junho de 1884, concretizando uma antiga aspiração surgida após a abolição das ordens religiosas, em 1834, de dar destino às obras de arte que nessa altura passaram para a posse do Estado. Reformado em 1911 e adquirindo então o nome que atualmente tem, o museu assumiu os contornos gerais que ainda hoje mantém. Encontra-se instalado no palácio mandado construir no século XVII pelo 1º Conde de Alvor. Por volta de 1918 foi derrubado o arruinado Convento de Santo Alberto, contíguo ao palácio, prolongando-se as instalações do museu através da construção de um amplo anexo, projetado pelo arquiteto Rebello de Andrade e inaugurado em 1940.

Conteúdos editados pela DDCI.

Contactos e
Localização

Tutela:
DGPC
Director(a):
António Filipe Pimentel
Endereço:
Rua das Janelas Verdes 1249-017 Lisboa
GPS:
Lat: 38,7053224 Long: -9,160905800000023
Telf(s):
+ 351 213 912 800
Fax(s):
+ 351 213 973 703
E-mail:
geral@mnaa.dgpc.pt
Site:
http://www.museudearteantiga.pt/

Autocarros urbanos: 713, 714, 727 (paragem na Rua das Janelas Verdes); 28, 760, 732 (paragem na Av. 24 de Julho)
Eléctricos: 15E, 18E (paragem na Av. 24 de Julho) 25E (paragem no Largo de Santos)

Estacionamento: Existe um parque de estacionamento gratuito no largo fronteiro à entrada principal. No entanto, se não encontrar aí um lugar vago aconselha-se, sobretudo os autocarros que façam o transporte de grupos, a procurar um local alternativo nas proximidades para aguardar pelo regresso do grupo, nomeadamente, a zona da beira-rio fronteira ao museu para onde poderão aceder através do viaduto ao fundo da Avenida Infante Santo. A cerca de 400m existe o Parque do Largo Vitorino Damásio.

Terça-feira das 14h00 às 18h00; quarta-feira a domingo das 10h00 às 18h00 (última entrada às 17h30).

Encerrado: Segunda-feira, 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de maio, 13 de junho, 24 e 25 de dezembro.

Ingresso

Preço normal: 6,00 €

Bilhética geral DGPC - consulte aqui

Bilhética on-line DGPC - adquira aqui

Condições de ingressos no Museus e Monumentos da DGPC (despacho nº 6475/2014) - consulte aqui

Isenções:

1º Domingo de cada mês. Exclusivo para visitas individuais e pequenos grupos.
Todos os elementos de grupos superiores a 12 pessoas pagam bilhete.
Crianças e jovens até aos 12 anos inclusivé*
Visitantes em situação de desemprego residentes na União Europeia*
Visitantes com mobilidade reduzida (60% de incapacidade comprovada documentalmente) e 1 acompanhante.
Membros do ICOM, ICOMOS e APOM
Investigadores, /conservadores/restauradores, profissionais de museologia e/ou património em exercício de funções *
Associações culturais (Exclusivamente grupos de amigos de museus, monumentos, palácios, castelos e sítios arqueológicos)*
Voluntários em exercício na Direção-Geral do Património Cultural e 1 acompanhante*
Jornadas Europeias do Património (Domingo)
Dia Internacional dos Monumentos e Sítios - 18 de Abril (Exclusivamente para os Monumentos sob tutela da DGPC)
Dia Internacional dos Museus - 18 de Maio (Exclusivamente para os museus e palácios sob a tutela da DGPC)
Noite dos Museus e 5ªas á Noite (No acesso às atividades organizadas no âmbito do respectivo programa organizado pela DGPC)
Profissionais de atividade turística mediante apresentação de comprovativo de registo no RNAAT
Jornalistas em exercício de funções* mediante comunicação prévia
Funcionários da DGPC* e 3 acompanhantes
Professores e alunos de qualquer grau de ensino, incluindo Universidades Sénior ou de 3ª Idade, quando comprovadamente em visita de estudo e mediante marcação prévia confirmada pela Direcção do SD*
Funcionários da DGPC* e 3 acompanhantes
Grupos credenciados de Instituições Portuguesas de Solidariedade Social ou de Áreas de Ação Social de Autarquias ou outras Instituições de Interesse Público mediante autorização prévia da Direcção da DGPC

* Mediante comprovação documental.

Descontos:

Visitantes com idade igual ou superior a 65 anos* - 50%
Cartão de estudante não enquadrado em visita de estudo - 50%
Cartão Jovem - 50%
Bilhete Família (a partir de 4 elementos com ascendência directa de 1º grau ou equiparado) - 50%
Protocolos com entidades terceiras - 20%
Aquisições superiores a 250 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 7,5%
Aquisições superiores a 500 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 10%
Aquisições superiores a 1000 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 15%

* Mediante comprovação documental.

Bilhetes Circuito
Frente Ribeirinha - Museu Nacional de Arte Antiga + Museu Nacional do Azulejo + Panteão Nacional - 15,00 €
Lisboa - 8 Museus de Lisboa (Casa-Museu Anastácio Gonçalves + Museu da Música + Museu do Chiado + Museu Nacional de Arte Antiga + Museu Nacional do Azulejo + Museu Nacional do Traje + Museu Nacional do Teatro + Panteão Nacional) - 25,00 €

NORMAS GERAIS
É obrigatória marcação prévia para grupos superiores a 50 pessoas.
Os descontos de quantidade não se aplicam a Bilhetes de Circuito.
Todos os descontos aplicados a bilhetes individuais são aplicáveis a Bilhetes de Circuito e a visitas guiadas com exceção das visitas guiadas fora do horário de funcionamento.
Os vouchers emitidos na aquisição antecipada de bilhetes têm a validade de 1 ano.
Os descontos não são acumuláveis.
É proibido fumar ou comer em qualquer local do circuito de visita.

Acolhimento (Junto da entrada). O museu tem instalado um serviço personalizado de acolhimento destinado a informações gerais, sugestão de visitas ou percursos, divulgação de atividades, consulta e fornecimento de bibliografia genérica sobre o museu, e suas peças; acesso à Internet e consulta dos websites dos museus. Acolhimento a deficientes. Project ART ACCESS: vídeo destinado a surdos e documentação em braille para deficientes visuais, sobre o museu e suas coleções, instalado junto da entrada principal;

Exposição permanente: artes plásticas e decorativas europeias, incluindo portuguesas, da Idade Média ao início do século ;IX. Núcleos de artes ornamentais da África, Índia, China e Japão, significativos do relacionamento de Portugal com essas culturas;

Biblioteca;

Loja; - Restaurante e esplanada no jardim (com wi fi gratuito);

Cedência e aluguer de espaços;

Auditório (120 lugares/projetor de diapositivos, som); - Formação / estágios;

Grupo de Amigos do MNAA;

Voluntariado;

Serviço de Educação;

Outros: Gabinete de Desenhos e Gravuras. Visitável por estudiosos mediante marcação prévia.

Atividades e destinatários: variados tipos de visitas orientadas (gerais e temáticas) pensadas para vários tipos de públicos (infantis, adultos, famílias, grupos especiais); ações de formação para professores; oficinas para crianças.

Responsável: Maria de Lourdes Riobom

Tel.: + 351 213 912 800 

Fax. + 351 213 973 703

E-mail: se@mnaa.dgpc.ptlourdesriobom@mnaa.dgpc.pt  

Mais informações no site do Museu

Agenda Cultural

Loja

Última actualização: 20 Outubro 2015

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC