Saltar para o conteúdo principal da página

Museu Monográfico de Conimbriga

O Museu Monográfico de Conimbriga tem como missão tutelar as Ruínas, promover a sua exposição ao público e prosseguir a investigação arqueológica; o seu acervo é exclusivamente composto pelos materiais arqueológicos recolhidos na cidade. A atual exposição permanente apresenta os objetos de uso quotidiano, dispostos por tema, evoca o forum monumental, a riqueza das domus, a pujança do seu comércio, a religião e crendices da população romanizada e a presença suevo-visigótica. Os mosaicos, preservados in situ, constituem uma grande e importante coleção muito apreciada pelos visitantes. A Casa dos Repuxos, possui uma área pavimentada de mosaico com 569 m2, importantes vestígios de pintura mural, um peristilo central ajardinado com um lago e jogos de água que o tornam único.

As Ruínas da cidade romana de Conimbriga são conhecidas, desde o século XVI. Em 1873, o Instituto de Coimbra criou uma secção e um Museu de Arqueologia e deu início ao estudo de Conimbriga. Em 1899, efetua as primeiras sondagens de vulto, desenha a planta do oppidum, executa os primeiros levantamentos de mosaicos. A partir de 1929 iniciam-se escavações em Conimbriga e com a realização do XI Congresso Internacional de Antropologia e Pré-História, em 1930, o Estado adquire os primeiros terrenos. Nos anos quarenta e cinquenta são realizadas obras de reconstituição e consolidação das ruínas. O Museu Monográfico de Conimbriga foi criado em 1962.

Conteúdos editados pela DDCI.

Contactos e
Localização

Tutela:
DGPC
Director(a):
Virgílio Hipólito Correia
Endereço:
Conímbriga 3150-220 - Condeixa-a-Velha
GPS:
Lat: 40,09827204137743 Long: -8,49027815208433
Telf(s):
+351 239 941 177
Fax(s):
+351 239 941 474
E-mail:
geral@conimbriga.dgpc.pt
Site:
http://www.conimbriga.pt/

Como chegar: Acessos rodoviários: A1 (saída Condeixa com sinalização Conímbriga). IC8 (acesso sinalizado). Autocarros: desde Coimbra - Conímbriga é servida por autocarros através do IC 6 (Condeixa-Tomar).

Estacionamento: Estacionamento automóveis, junto ao equipamento. Capacidade: 200 Preço: Gratuito Estacionamento para autocarros, junto ao Museu. Capacidade: 20/30 Preço: Gratuito

Acessibilidade: O museu não tem barreiras arquitectónicas que impeçam o acesso a deficientes. As Ruínas poderão ser parcialmente visitadas.

O Museu e as Ruínas estão abertos todos os dias, das 10h00 às 19h00 (última entrada às 18h30).

Encerrado: 1 de janeiro, domingo de Páscoa, 1 de maio, 24 de julho, 24 e 25 de dezembro.

Ingresso

Bilhete normal: 4,50 €

Bilhética geral DGPC - consulte aqui

Bilhética on-line DGPC - adquira aqui

Condições de ingressos no Museus e Monumentos da DGPC (despacho nº 6475/2014) - consulte aqui

Isenções:

1º Domingo de cada mês. Exclusivo para visitas individuais e pequenos grupos.
Todos os elementos de grupos superiores a 12 pessoas pagam bilhete.
Crianças e jovens até aos 12 anos inclusivé*
Visitantes em situação de desemprego residentes na União Europeia*
Visitantes com mobilidade reduzida (60% de incapacidade comprovada documentalmente) e 1 acompanhante.
Membros do ICOM, ICOMOS e APOM
Investigadores, /conservadores/restauradores, profissionais de museologia e/ou património em exercício de funções *
Associações culturais (Exclusivamente grupos de amigos de museus, monumentos, palácios, castelos e sítios arqueológicos)*
Voluntários em exercício na Direção-Geral do Património Cultural e 1 acompanhante*
Jornadas Europeias do Património (Domingo)
Dia Internacional dos Monumentos e Sítios - 18 de Abril (Exclusivamente para os Monumentos sob tutela da DGPC)
Dia Internacional dos Museus - 18 de Maio (Exclusivamente para os museus e palácios sob a tutela da DGPC)
Noite dos Museus e 5ªas á Noite (No acesso às atividades organizadas no âmbito do respetivo programa organizado pela DGPC)
Profissionais de atividade turística mediante apresentação de comprovativo de registo no RNAAT
Jornalistas em exercício de funções* mediante comunicação prévia
Funcionários da DGPC* e 3 acompanhantes
Professores e alunos de qualquer grau de ensino, incluindo Universidades Sénior ou de 3ª Idade, quando comprovadamente em visita de estudo e mediante marcação prévia confirmada pela Direção do SD*
Funcionários da DGPC* e 3 acompanhantes
Grupos credenciados de Instituições Portuguesas de Solidariedade Social ou de Áreas de Ação Social de Autarquias ou outras Instituições de Interesse Público mediante autorização prévia da Direção da DGPC

* Mediante comprovação documental.

Descontos:

Visitantes com idade igual ou superior a 65 anos* - 50%
Cartão de estudante não enquadrado em visita de estudo - 50%
Cartão Jovem - 50%
Bilhete Família (a partir de 4 elementos com ascendência directa de 1º grau ou equiparado) - 50%
Protocolos com entidades terceiras - 20%
Aquisições superiores a 250 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 7,5%
Aquisições superiores a 500 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 10%
Aquisições superiores a 1000 bilhetes por tipologia e com antecipação mínima de 48h - 15%

* Mediante comprovação documental.

Bilhetes Circuito
Circuito Romanização: Ruínas de Conímbriga, Ruínas do Rabaçal, Ruínas de Santiago da Guarda (Ancião) - 5,50 €

NORMAS GERAIS
É obrigatória marcação prévia para grupos superiores a 50 pessoas.
Os descontos de quantidade não se aplicam a Bilhetes de Circuito.
Todos os descontos aplicados a bilhetes individuais são aplicáveis a Bilhetes de Circuito e a visitas guiadas com exceção das visitas guiadas fora do horário de funcionamento.
Os vouchers emitidos na aquisição antecipada de bilhetes têm a validade de 1 ano.
Os descontos não são acumuláveis.
É proibido fumar ou comer em qualquer local do circuito de visita.

Acolhimento;

Restaurante;

Loja;

Serviços Educativos;

Centro de Documentação / Biblioteca - espólio documental: Arqueologia / Conservação e Restauro/ Património;

Auditório: 100 lugares (dispõe de projetor de diapositivos, equipamento de gravação e possibilidade de tradução em simultâneo).

Atividades: disponibiliza, através de marcação prévia, atividades de carácter lúdico e pedagógico, assim como, promove, quando solicitado, um acompanhamento na preparação de visitas de estudo, nomeadamente, aconselhamento e fornecimento de materiais didáticos. As atividades estão condicionadas a um máximo de 35 pessoas por grupo.

Responsáveis: Humberto Rendeiro e Paulo Alves

Telef.: + 351 293 941 177

Fax: +351 239 941 474

E-mail: visitas@conimbriga.pt 

  • Alarcão, Adília, Museu Monográfico de Conimbriga – Colecções, 1994 
  • Alarcão, Adília, Museu Monográfico de Conimbriga – Catalogue, 2000 
  • Alarcão, Adília, Roteiros da Arqueologia Portuguesa 2 - Museu Monográfico de Conimbriga, 2002 
  • Alarcão, Adília e Ribeiro, José, Fichas Didácticas, Museu Monográfico de Conimbriga, s/d 
  • Alarcão, Adília, Conimbriga Guia para a visita das ruínas, s/d 
  • Alarcão, Adília, Conimbriga Guide for a visit to the ruins, s/d 
  • Alarcão, Jorge, Etienne R., Fouilles de Conimbriga (7 vol.) 1977 
  • Alarcão, Jorge e. Etienne, R., Golvin, J. C. A Maquete, 1994 
  • Alarcão, Jorge, O Chão Escutado,1999 
  • AAVV, “ Museus de Portugal - Museu Monográfico de Conimbriga”, in Público, VIII/0 
  • AAVV, Actas do V Congresso, 1994 
  • Pessoa, Miguel, Crianças de Hoje e de Ontem no Quotidiano de Conimbriga, 2000.

 

Última actualização: 06 Outubro 2015

Rede Portuguesa de Museus

A Rede Portuguesa de Museus (RPM) é um sistema organizado de museus, baseado na adesão voluntária, configurado de forma progressiva e que visa a descentralização, a mediação, a qualificação e a cooperação entre museus.

A Rede Portuguesa de Museus é composta pelos 146 museus que atualmente a integram. A riqueza do seu universo reside na diversidade de tutelas, de coleções, de espaços e instalações, de atividades educativas e culturais, de modelos de relação com as comunidades e de sistemas de gestão.

+ Monumentos e Museus DGPC