Skip Navigation

Celeiro na cerca do Convento de São Francisco - detalhe

Designação

Designação

Celeiro na cerca do Convento de São Francisco

Outras Designações

-

Categoria / Tipologia

Arquitectura Civil / Edifício

Inventário Temático

-

Localization

Divisão Administrativa

Faro / Faro / Faro (Sé e São Pedro)

Endereço / Local

Rua Manuel Penteado
Faro

Proteção

Situação Actual

Classificado

Categoria de Protecção

Classificado como IIP - Imóvel de Interesse Público

Cronologia

Decreto n.º 129/77, DR, I Série, n.º 226, de 29-09-1977 (ver Decreto)

ZEP

-

Zona "non aedificandi"

-

Abrangido em ZEP ou ZP

Abrangido por outra classificação

World Heritage

-

Descrições

Nota Histórico-Artistica

Erigido na primeira metade do século XVIII, num terreiro então denominado Horta dos Cães, que se situava entre a cerca muralhada construída em torno de Faro no século XVII e a cerca do Convento de São Francisco, este edifício é a única edificação civil de planta octogonal existente no Algarve.
Foi mandado construir pelo Desembargador Veríssimo de Mendonça Manuel, que ao longo de toda a primeira metade da centúria de Setecentos patrocinou a construção de diversas obras em Faro, nomeadamente o conjunto da Quinta do Ourives, a Casa das Figuras e o Solar do Capitão-mor. Indissociável deste percurso mecenático do Desembargador é a figura de Diogo Tavares de Ataíde, mestre pedreiro algarvio que executou todas as obras encomendadas por Mendonça Manuel.
Foi pois este arquitecto local quem terá desenhado o celeiro da Horta dos Cães, um alto edifício de planta centralizada octogonal, com dois pisos separados interiormente por abóbada de aresta oitavada, que no seu conjunto se apresenta com excepcional "equilíbrio volumétrico" (CORREIA, 2006, p.106).
O piso térreo é rasgado por oito óculos, aos quais correspondem no interior os panos da abóbada. Numa das faces foi rasgado o portal principal de volta perfeita, sobrepujado por um brasão de armas em massa, integrado em conjunto de gosto rocaille, pertencente a Manuel Mascarenhas de Figueiredo Manuel, neto do Desembargador, que terá completado a obra iniciada pelo avô (idem, ibidem, p.112).
Desta segunda campanha de obras, ordenada entre 1761 e 1789, terão resultado também as interessantes figuras em massa que ladeiam o portal principal e que "(...) tendo embora pontos de contacto com outros trabalhos de massa, como a Casa das Figuras, denunciam já outro tempo estético, o rococó." (idem, ibidem, p.114). À direita está colocado um homem coberto por pele de leão, com uma maça e a hidra de Lena, cuja legenda identifica claramente como o herói mitológico HÉRCULES. À esquerda, um índio gigante que luta com um crocodilo é acompanhado pela inscrição "CABO DE BOA ESPERANÇA ADAMASTOR".
No piso superior abrem-se sete janelas rectangulares, também com molduras de massa, e uma porta, do lado oposto à entrada principal do piso anterior, à qual se acede por uma escada de ferro, que substitui a original, de cantaria.
A tradição atribui ao edifício da Horta dos Cães a função de celeiro, mas a verdade é que actualmente considera-se que o torreão octogonal foi construído para servir como uma espécie de casa de fresco, que integraria o que "(...) se supõe ter sido uma quinta de recreio." (idem, ibidem, p.109). Mas mais importante do que o seu uso funcional será a intenção do Desembargador ao mandar edificar esta grande torre. Assim, é possível que o seu objectivo fosse erigir "(...) um marco visível do seu poder no limite urbano de Faro, encostado à nova cerca seiscentista (...)", sendo portanto "(...) o resultado da afirmação pessoal do seu encomendante, enquanto "arquitectura de poder"."(idem, ibidem,pp.110-111).
Catarina Oliveira
DIDA/IGESPAR/ Abril de 2008

Images

Bibliografia

Título

"Faro. Edificações Notáveis."

Local

Faro

Data

1995

Autor(es)

LAMEIRA, Francisco

Título

"Faro, evolução urbana e património"

Local

Faro

Data

1993

Autor(es)

PAULA, Rui Mendes, PAULA, Frederico Mendes

Título

"Monumentos e edifícios notáveis do concelho de Faro"

Local

Faro

Data

1984

Autor(es)

ROSA, José António Pinheiro e

Título

"Faro. A arte na história da cidade"

Local

Faro

Data

1999

Autor(es)

LAMEIRA, Francisco

Título

""A Torre da Horta dos Cães", Monumentos, 24"

Local

Lisboa

Data

2006

Autor(es)

CORREIA, José Eduardo Horta